NOVIDADES
Cadastre-se e fique por dentro de tudo que acontece na Dalpet.

Quero ser um representante

Preencha com seus dados que entraremos em contato:

SAC 0800 47 4848

BLOG





DOENÇAS ORAIS GATOS

02 de Novembro de 2017


As principais causas de doença oral no gato estão relacionadas à alimentação inadequada, má oclusão e trauma dental. A maioria das doenças orais é fácil de ser diagnosticada visualmente. Os sintomas são fáceis de perceber: salivação em excesso, má oclusão, crescimento dental excessivo, apatia, anorexia, emagrecimento, mau hálito, inchaço da face, corrimento nasal e fraturas dentárias. As doenças orais mais comuns são o tártaro e a cárie.


 


Cárie:


O que é – A cárie é um processo de desmineralização das camadas superficiais do dente por enzimas e materiais do metabolismo bacteriano. Os dentes mais afetados são os molares superiores e o primeiro molar inferior.


Como prevenir – A prevenção é feita através da escovação diária dos dentes com pasta de dentes específica para animais, encontrada em pet shops.


O tratamento depende da extensão da lesão. Em lesões leves a restauração já é suficiente.


 


Tártaro:


O que é – Causado pelo acúmulo de substâncias com alta concentração de carboidratos fermentáveis sobre o esmalte dos dentes. Ataca cães e gatos de qualquer idade, principalmente os de idade avançada. O tipo de alimentação fornecida também é responsável por seu aparecimento. Alimentos muito úmidos, por exemplo, provocam mais tártaro. Também é causado por dentição dupla, ou seja, quando o dente de leite não cai.


Sintomas – Salivação em excesso, diminuição do apetite, mau hálito, colocação da pata na boca, hipersensibilidade da região bucal e coloração diferente no dente, com placas amarelas sobre ele.


Consequências – O acúmulo excessivo do tártaro gera várias complicações,entre elas, os problemas renais e a endocardite, que é a inflamação cardíaca por bactérias ou fungos.


Como prevenir – Há diversas formas de prevenir o surgimento do tártaro:


 


- Realizar escovação diária


- Alimentar o gato com rações secas


- Não oferecer alimentos como doces, bolachas, massas, entre outros


- Remover o tártaro de forma periódica



Doenças gatos | Doenças orais


Compartilhe








Copyright © 2018 DalPet | Desenvolvimento Propaga + Quax